domingo, 25 de março de 2012

Presença do GM Krikor Mekhitarian em Porto Alegre


Um dos melhores jogadores do Brasil, o Grande Mestre de origem armênia Krikor Mekhitarian 2529 de Elo Fide e 25 anos de idade, estará em Porto Alegre no próximo sábado dia 31 de março para jogar o XII Torneio Internacional de Xadrez Cidade de Porto Alegre. Atualmente ele é o número 6 do ranking brasileiro, estando atrás apenas dos GMs Rafael Leitão, Giovani Vescovi, Alexandr Fier, Gilberto Milos e Henrique Mekhing.

Krikor já esteve em Porto Alegre uma vez em 2008 quando jogou a Final do Campeontato Brasileito Absoluto. Ele terminou a competição em 7º lugar, mas não sem antes derrotar o campeão do torneio André Diamant. Nessa partida ele demosntrou uma resistência física incrível que seu adversário com certeza não estava esperando. Krikor venceu a partida em 163 lances depois de diversas manobras em uma posição aparentemente empatada. 


Krikor esteve durante o mês de fevereiro e início de março desse ano fazendo uma turnê pela Europa, onde jogou diversos torneios importantes do calendário de inverno Europeu. Ele voltou de lá trazendo na bagagem alguns importantes pontos de rating e muita experiência. Experiência que ele vai estar compartilhando conosco ao jogar o torneio do Mercado Público e nos mostrar em tabuleiros gaúchos sua força de GM.

Print Screen da lista de inscritos do torneio.
Clica na imagem para ampliá-la.

sábado, 24 de março de 2012

Simultânea e conversa com alunos da Escola Municipal Alberto Santos Dumond em Sapucaia do Sul



Nesse sábado, dia 24 de março, visitei a Escola Municipal Alberto Santos Dumond em Sapucaia do Sul. Lá tive o prazer de ver de perto o excelente trabalho que o Professor Fábio Vinícius faz nas aulas da disciplina de História e conheci diversos de seus alunos. Na ocasião, dei uma palestra e contei um pouco de minha história com o xadrez e os reflexos positivos que a aprendizagem desse jogo-arte-ciência trouxe como consequência para minha vida. 

Além disso, conversei com eles sobre alguns conceitos de abertura - principalmente sobre o domínio do centro que comparei com uma partida de futebol e o desenvolvimento das peças - ajudar as peças para elas te ajudarem. E ainda discutimos juntos alguns finais de partida bastante  instrutivos. A palestra foi muito boa de dar, pois os alunos, muito interessados, estavam ansiosos por aprender coisas novas, participaram e perguntou sempre que surgia alguma dúvida, saciando todas as suas curiosidades.


Resolvendo o exercício proposto no tabuleiro de xadrez magnético.

Depois de nossa conversa bastante produtiva, foi hora de colocar as mentes e as peças em ação. Joguei uma simultânea com eles que estavam ansiosos por mexerem as peças e colocar as novas idéias em prática. Demonstraram ser jogadores muito aguerridos e duros na queda. A foto ao lado é uma prova de que o xadrez vai muito além do simples ganhar ou perder.


Para encerrar gostaria de parabenizar o professor Fábio pela iniciativa de trabalhar com o xadrez com seus alunos e espalhar essa ideia pelas escolas do município de Sapucaia. Tenho certeza que o resultado desse encontro foi de bastante aprendizagem, tanto para os alunos e seus professores, como especialmente para mim. 

Algumas fotos mais:




Demais fotos: FACEBOOK

quarta-feira, 14 de março de 2012

Mais Festa da Uva: Henrique Nemeth x Eider Cruz

Na última rodada do torneio da festa da uva 2012, enfrentei o jovem curitibano Henrique Nemeth - excelente jogador e muito agressivo. Lutei muito nessa partida e no final mesmo me restando poucos segundos no relógio, consegui fazer lances rápidos e eficazes para garantir o empate. O interessante dessa partida é que, depois de alguns lances meus não muito precisos, Nemeth sai com uma boa posição da abertura, obtendo muita atividade na ala do rei. Então ele perde algumas chances de aumentar a vantagem e assim que eu consigo estabilizar a posição, surge minha vez de começar o ataque onde tinha mais espaço: na ala da dama. (Infelizmente o meu ataque não saiu no PGN, pois não devem mais ter entendido nosso letra). A coragem dos dois jogadores acabou sendo premiada por esse bonito final que acabou terminando em empate depois de 2 horas de partida.


Partida na "íntegra":


Nenhum de nós dois saiu satisfeito com o empate e, a princípio, tudo havia terminado ali. Quando já estávamos prontos pra arrumar as peças, o árbitro do evento, AI Calleros se sentou ao nosso lado e disse: "bem, agora vamos para o Armagedon." Eu e Nemeth nos entreolhamos incrédulos: havíamos esquecido desse detalhe. Já é de praxe nos torneios da Festa da Uva não poder haver empate nas duas últimas rodadas. Então Calleros pegou um peão branco e um peão preto para fazer o sorteio e nos explicou novamente as regras do Armagedon: Brancas com 6 min e pretas com 5 - brancas com obrigação de ganhar. Do resultado do sorteio coube a mim escolher com qual peças jogar a partida decisiva - titubeei um pouco nos meus pensamentos e com um pouco de receio, pois já havia suportado uma baita pressão de pretas na partida anterior, escolhi novamente ceder a iniciativa pro meu adversário - escolhi as pretas. Veio 1. e4 de novo e por consequência uma decisão, Siciliana pela segunda vez? resolvi apostar minhas fichas na boa e velha Caro-Kann. Como o esperado, meu adversário escolheu umas das linhas mais agressivas possíveis contra a clássica - o normal h4, o bispo em c4 e o cavalo se desenvolvendo por h3 para causar um pouco de pânico no adversário via f4. Depois de algum tempo me defendendo, consegui trocar algumas peças e aliviar a pressão. Acabamos entrando num final de bispo de cores opostos completamente empatado. Claro, tive que jogar o mais rápido possível para não ficar pendurado pelo tempo - empatei a partida, mas ganhei o ponto.

Ao fundo o rasta de Nemeth e eu - 
mais a frente o multicampeão Paulo Sérgio passando sufuco contra Rafael Fleck.
(Foto de Márcio Winter)

Vale lembrar que o curitibano é um dos raros seres humanos na face da terra que podem se orgulhar de ter vencido Judit Polgar. Ele a enfrentou na simultânea em Caxias. De tanto trabalho que ele tava dando, Judit resolveu sacrificar uma peça para ver no que dava, sem aparentemente nenhum cálculo específico. Ela acabou perdendo a peça de graça e por consequência a partida - o cansaço devia já estar grande.


Conheci muita gente do Brasil inteiro em Caxias. Inclusive pude encontrar pessoalmente um amigo Paraibano que conheci pela internet depois de eu ter publicado meu artigo sobre Bobby Fischer. Joaquim é um apaixonado pelo Campeão Mundial e me trouxe, além de uma camiseta muito bonita do Clube de Xadrez de Esperança PB, duas edições da revista espanhola JAQUE, uma delas especial sobre Fischer, publicada logo após sua morte em 2008 e intitulada "Bobby Fischer Homenaje a una leyenda". 

Como conclusão desse torneio, podemos dizer que, muitas vezes (na maioria delas) as viagens para jogar xadrez vão muito além do que se pode ver - ao se ter contato com pessoas de outros países, outros estados, outras culturas, a mera matéria enxadrística transcende, ampliando nossos horizontes.

Link importante: 



segunda-feira, 12 de março de 2012

XII Torneio Internacional Cidade de Porto Alegre

PREMIAÇÃO TOTAL DE R$ 3.000,00 E SORTEIOS DE ÓTIMOS BRINDES!

DATA: 31 de março de 2012.
LOCAL: Espaço de Eventos do Mercado Público de Porto Alegre – Largo Glênio Peres – Centro Histórico de Porto Alegre/RS.
INSCRIÇÕES: Limitadas aos 160 primeiros participantes que efetuarem o pagamento da sua respectiva taxa de inscrição:
R$ 10,00 PARA OS NASCIDOS A PARTIR DE 01/01/1994 E R$ 30,00 PARA OS DEMAIS.
 Antecipadas, através de depósito bancário efetuado até 29/03/2012.
Enviar e-mail para barretofkm@hotmail.com informando: NOME, E-MAIL, DATA DE NASCIMENTO E CIDADE.
Todos os e-mails de inscrição serão respondidos informando o valor EXATO da taxa de inscrição a ser depositada, no intuito de identificarmos perfeitamente seu depósito pelos centavos e garantirmos sua vaga (os valores depositados NÃO serão devolvidos). Somente efetue o depósito na conta abaixo após receber o seu código:
Banco Banrisul, Agência 0062, Conta Corrente 060275710-8, em nome de Metrópole Xadrez Clube CNPJ: 89270938/0001-35. No dia, caso ainda restem vagas, serão aceitas inscrições com as respectivas taxas majoradas em 50%.

MATERIAL: Os participantes devem trazer peças e relógios em boas condições de uso.
SISTEMA DA COMPETIÇÃO: Suíço em 7 rodadas por computador.
TEMPO DE REFLEXÃO: 20` X 20` nocaute.
CRITÉRIOS DE DESEMPATE: 1º Medianos, 2º Totais, 3º Berger, 4º Progressivo, 5º Número de vitórias e 6º Sorteio;
ARBITRAGEM E COORDENAÇÃO TÉCNICA: Metrópole Xadrez Clube.
PREMIAÇÃO: Troféus e medalhas para as categorias Absoluto, Amador (rating FIDE e/ou CBX menor que 2000), Sênior, Feminino, Sub-18, Sub-14 e Sub-10. Prêmios em dinheiro não cumulativos para as categorias Absoluto e Amador, o premiado fará jus ao de maior valor, conforme quadro abaixo:

ABSOLUTO R$ 2.500,00 
1º R$ 700,00 2º R$ 500,00 3º R$ 350,00 4º R$ 250,00 5º R$ 185,00
6º R$ 135,00 7º R$ 90,00 8º R$ 75,00 9º R$ 65,00 10º R$ 55,00
11º R$ 50,00 12º R$ 45,00

AMADOR R$ 500,00
1º R$ 150,00 2º R$ 100,00 3º R$ 80,00
4º R$ 70,00 5º R$ 60,00 6º R$ 40,00

PROGRAMAÇÃO:
08:00 – Recepção dos jogadores e início das inscrições no dia;
08:30 – Término das inscrições;
08:45 – Abertura, congresso técnico e divulgação da lista final de inscritos;
09:30 – Início da 1ª rodada;
10:30 – Início da 2ª rodada;
11:30 – Início da 3ª rodada;
12:30 – Intervalo para almoço;
14:00 – Início da 4ª rodada;
15:00 – Início da 5ª rodada;
16:00 – Início da 6ª rodada;
17:00 – Início da 7ª rodada;
18:00 - Sorteios de Brindes, Premiação e Encerramento.

REALIZAÇÃO: PREFEITURA MUNICIPAL DE PORTO ALEGRE - SECRETARIA MUNICIPAL DE ESPORTES, RECREAÇÃO E LAZER E METRÓPOLE XA-DREZ CLUBE.

domingo, 11 de março de 2012

II Torneio de Verão Soeral - Campeão!


O xadrez Porto-alegrense estava precisando de um evento como esse. O torneio se deu de forma tranquila nessa ensolarada tarde de sábado na redenção e pelo esforço do organizador do torneio Eduardo Tolentino tudo acabou em um coquetel de encerrameto após a premiação. Eu fui o campeão do torneio com 4,5 seguido de Guilherme Teixeira em segundo lugar e Márcio Dornelles em terceiro. Eu nunca tinha visto tanta vida no xadrez da SOERAL - muitas pessoas jogando, se movimentando, conversando e nada tira o brilho das coisas que funcionaram da maneira que tem que ser, nem mesmo o fato de eu ter sido tratado na quarta rodada de maneira pouco educado (para dizer o mínimo) pelo meu adversário Nelson Filippon, pela razão de eu ter resistido e vencido a partida mesmo com peça a menos.

Telmo Meyer e Eduardo Tolentino (Cegonha) 
Idealizadores do torneio

Uma das melhores partidas foi contra o Comeli (que descobri que se chama Irineu) e mesmo assim não foi tão boa como pressupus. Já no 23º lance percebi que a partida estava se encaminhando para a estagnação total e que um empate seria rapidamente acordado se alguma coisa não acontecesse, como se tratava de um torneio amistoso resolvi forçar os acontecimentos com 23. d5, sacrificando um peão, mas abrindo linhas para minhas peças. Logo em seguida eu inverto os lances que tinha idealizado e jogo 25. Te1 ao invés de antes 25. Dd3. Nesse momento eu poderia ter entrado numa fria caso meu adversário respondesse com 25. ... Dc5, trocando as damas e aniquilando as minhas chances de ataque, mantendo o peão a mais. Mesmo meu adversário não tendo respondido da melhor forma. a partida ainda continua pela corda bamba, mas no final tive mais sorte e coube a mim cometer o penúltimo erro, deixando o último para o meu adversário.

 


No torneio houve um choque de gerações muito bonito, dificilmente visto em outros esportes, mas que o xadrez é capaz de nos proporcionar. O jogador mais velho Pedro Greff e o jogador mais novo Guilherme Declerque se enfrentaram pela 3ª rodada. Guilherme é um novo talento que está surgindo - trabalhei um pouco o xadrez dele nas férias e ele tem evoluido muito rapidamente pois tem uma capacidade de dedicação incrível. Guilherme terminou em 6º no torneio, perdendo para mim e para o Márcio Dornelles, mas vencendo um jogador muito duro - o uruguaio Milton Martinez.




 Na foto abaixo podemos percerber O A.N. Leonardo Pereira (de azul) e um dos melhores jogadores gaúchos Felipe Menna Barreto (de pé à direita observando). Não participaram, mas deram uma passada para prestigiar o torneio. Na partida estão jogando Guilherme Teixeira x João Carlos Orguim.




Abaixo vídeo com o ambiente ao ar livre do clube. Os jogadores todos concentrados em suas partidas.

video


Nesse vídeo aparece o final do jogo entre Jailton (Juninho) x Chico. Podemos ver que depois de g3 do branco o rei negro poderia ter penetrado em h3, ao invés disso as negras jogaram e5 e decretaram o empate.


No próximo vídeo podemos ver a análise após o final da partida entre o Uruguaio Milton Martinez e Leandro Castro. Muitos jogadores conversando e trocando opiniões. É muita utopia querer que o xadrez seja sempre assim? 


O próximo vídeo mostra o momento em que, durante a cerimônia de premiação, o Cegonha dá uma premiação especial para Telmo Mayer, pelo seu constante incentivo ao xadrez no clube. Para quem não sabe, o Telmo, em seu tempo, arbitrou muitos torneios importantes Brasil afora.



O coquetel encerrou com chave de ouro o torneio.




Mais informações:


sexta-feira, 9 de março de 2012

Fantástico Torneio Aberto na Festa da Uva


Judit Polgar é a número 29 do mundo e eu fui o vigésimo nono na classificação final do torneio. E o que isso quer dizer?... absolutamente nada. Exceto se formos pensar pelo lado da informação. Minha colocação não foi a dos meus sonhos, mas também não tenho nada do que reclamar. Fiz os mesmos seis pontos da edição passada, a diferença foi que, no torneio em que jogou Ivanchuk, eu fiquei em quadragésimo lugar - 11 posições a menos na tabela de classificação. É bastante coisa. Em 2010 jogaram 292 jogadores e dessa vez foram 188: o preço exorbitante da inscrição espantou muita gente.

video


Foi um torneio muito bom de ser jogado e apreciado. Nele tive a oportunidade de ter jogado contra o melhor jogador argentino da atualidade, GM Diego Flores (2599), uma partida muito boa pela terceira rodada do torneio.

Diego Flores x Eider Cruz
Caxias do Sul 2012

Minhas melhores partidas foram contra os catarinenses Volmir Lupatto e Kléber Zimmermann. Infelizmente não lembrei as partidas na íntegra, mas foram partidas em que eu soube aproveitar bem os conhecimentos adquiridos acerca das posições alcançadas depois da abertura.

No torneio, Amazing Judit não massacrou. Cedeu três empates - para o GM argentino Sandro Mareco, pro GM Paraguaio José Fernando Cubas e pro MF Alfeu Bueno que, em manhã inspirada, jogou uma belíssima francesa e conseguiu segurar os ímpetos agressivos do estilo de Judit. Ímpetos esses que fizeram o lendário GM Milos parecer um amador nessa partida pelo torneio de mestres realizado antes do Torneio Aberto e que Judit venceu com extrema facilidade - mas afinal 100 pontos a mais de rating tem o seu significado.

 
É também preciso destacar a participação do atual campeão gaúcho Carlos Rodrigo Born, conhecido também como Batatinha. Ele venceu na última rodada o MI Dragan Stamenkovic e conquistou a décima colocação do torneio, ganhando premiação em dinheiro. Acima dele havia nada mais nada menos do que 9 Grandes Mestres.

Foto com os 10 primeiros colocados.

Matéria no ChessBase
A escassez de fotos e vídeos dessa edição é lamentável.

Fenômeno Judit Polgar

Lenda Viva GM Henrique Mecking

 GM Uruguaio Andrés Rodriguez

GM Giovanni Vescovi - Heptacampeão Brasileiro




sexta-feira, 2 de março de 2012

Judit Polgar massacrando na Festa da Uva.


Judit Polgar 2709 de ELO Fide e número 29 do mundo, depois de seu recesso para maternidade, voltou. E voltou em grande estilo. Pudemos acompanhar sua incrível perfomance ano passado na copa do mundo, quando ela foi capaz de eliminar de forma espetacular jogadores da elite do xadrez mundial como Movsesian, Karjakin e Leinier Dominguez, mas acabou sucumbindo diante do campeão russo Svidler. Para se ter uma noção da grande força de Judit, em seu match contra Lenier 2730 de ELO Fide e número 20 do mundo, ela começou perdendo de brancas, portanto, na partida seguinte de pretas somente a vitória interessava a ela. Judit nos brindou com essa bela partida, demonstrando técnica impecável de final para arrematar e igualar o placar:


Essa mesma moça que massacrou na copa do mundo 2011, está agora massacrando em Caxias do Sul. No mini-torneio disputado entre os Grandes Mestres Judit Polgar, Gilberto Milos, Henrique Mecking e Andrés Rodriguez, Judit conquistou o primeiro lugar, ficando com o dobro de pontos dos segundos colocados. Das seis partidas que ela disputou venceu 5 e perdeu apenas uma para Rodriguez. Hoje, 02 de Março, o match final entre o primeiro colacado e o segundo será disputado para definir o campeão. Gilberto Milos é que está no páreo - será que ele consegue repetir a façanha da última edição ao ter vencido Ivanchuk?

Estou viajando para jogar o torneio que já é clássico no calendário da Festa da Uva. Espero poder voltar com muita história e muita foto para poder divulgar aqui no blog. Lá teremos a oportunidade de ver em ação grandes jogadores como: GM Judit Polgar, GM Mequinho, GM Andrés Rodríguez, GM Diego Flores, GM Geovani Vescovi, GM Sandro Mareco, GM Gilberto Milos, GM José Cubas, GM Neuris Delgado, GM Felipe El Debs, GM Everaldo Matsuura, MI Dragan Stamenkovic, MI Robert Hungaski, MI Bernardo Rosseli.

Espero poder pegar algum deles no torneio.

Mais informações:

Vida em miniatura

Ray Charles para começar bem a viagem: